quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Dilma mantém 52% e Aécio 48%, diz Datafolha

Dilma mantém 52% e Aécio 48%, diz DatafolhaPesquisa Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (22) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) numericamente à frente do candidato do PSDB, Aécio Neves, mas em situação de empate técnico. Em votos válidos, Dilma manteve os 52% do levantamento divulgado na segunda-feira, 20, e Aécio, 48%. Em votos totais, Dilma oscilou de 46% para 47% e Aécio manteve 43%. Brancos e nulos oscilaram de 5% para 6% e indecisos foram de 6% para 4%. A pesquisa mostra também que 82% dos eleitores de Dilma acreditam que ela será reeleita no domingo. No grupo dos que votam em Aécio, 78% acham que o vencedor do pleito será ele. A pesquisa Datafolha, contratada pelo jornal Folha de S. Paulo, ouviu 4.355 eleitores nesta terça-feira, 21, em 256 municípios de todo o País. A margem de erro é de dois pontos porcentuais e o nível de confiança, de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro prevista. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01160/2014.

Fonte: Bahia Notícias

Leticia Sabatella critica campanha de Aécio por uso indevido de imagens de artistas globais

Leticia Sabatella critica campanha de Aécio por uso indevido de imagens de artistas globaisA atriz Leticia Sabatella usou as redes sociais para criticar a propaganda eleitoral do candidato Aécio Neves à presidência. A artista denunciou o uso de imagens de diversos atores de forma descontextualizada e sem autorização na campanha do político tucano. ‘‘Acabo de assistir, com muita indignação, um vídeo de propaganda política pró candidato Aécio Neves, utilizando imagens de vários atores que haviam sido feitas pra campanha do Gota D'água, contra a realização da Usina de Belo Monte, em defesa das populações e das áreas atingidas, naquela região. Eu quero deixar bem claro, que isto é um roubo, um desrespeito. Eu não vou votar em Aécio Neves! Nenhum daqueles atores deram sua autorização para constar suas imagens e depoimentos, descontextualizados, naquele vídeo de propaganda pró PSDB! Trata-se de uma enorme MENTIRA! Quem puder , por gentileza, compartilhe. Grata. Leticia Sabatella”, escreveu no Facebook, na tarde desta terça-feira (21). Após requerimento do advogado da atriz, a veiculação do vídeo foi suspensa. “Acredito que não tenha sido diretamente do comitê do candidato Aécio Neves, a autoria da montagem mentirosa. Por um instante até pensei. Mas o fato é que me forçou a declarar meu não voto no candidato e esclarecer a manipulação. Em nome da verdade. Da minha liberdade de escolha”, escreveu Sabatella em uma nova postagem.
Fonte: Bahia Noticias

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Mar vermelho de 30 mil pessoas toma as ruas de Petrolina com Dilma

Em ato de campanha que reuniu mais de 30 mil pessoas em Petrolina, Pernambuco, nesta terça-feira (21), a presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição, destacou que, diferente dos tucanos, os governos de Lula e Dilma mudaram a realidade do seminário e enfrentaram a seca.
“Nós fomos capazes de enfrentar a seca e conviver com a seca. Nós sabemos que a seca vem e temos que estar preparados para ela. O estado mais rico do Brasil, o estado de São Paulo, não se preparou para a seca. O Nordeste se preparou e diante da maior seca, nós temos condições de viver aqui e não ficar catando pingo de água por aí. As milhões de cisternas são uma benção que construímos”, pontuou a candidata.

Durante o ato, Dilma leu um bilhete que recebeu de uma eleitora agradecendo a oportunidade da filha estudar na Austrália por meio do programa Ciência Sem Fronteiras, que prevê bolsas de estudo no exterior. “Eu li esse bilhete porque o Ciência Sem Fronteiras hoje beneficia todos os brasileiros, beneficia uma pessoa do Semiárido e várias pessoas”, destacou Dilma.

Sobre o Semiárido, Dilma destacou: “Está é uma das mais importantes regiões desse país, apesar do que acham os tucanos. Eles dizem que os votos que tivemos aqui foram de pessoas ignorantes. Nós somos ignorantes porque ignoramos os tucanos. Nós não reconhecemos os tucanos como alguém que fez uma política em favor de nenhum estado brasileiro, muito menos do Nordeste”, pontuou a presidenta.

Ainda nesta terça (20), Dilma e o ex-presidente Lula estarão em Goiânia para uma caminhada e, logo depois, Recife.


Fonte: vermelho.org.br

Vox Populi: Dilma aparece com 52% e Aécio com 48%

Em pesquisa Vox Populi divulgada na noite desta quarta-feira (20), a presidenta e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), assim como na pesquisa Datafolha, se mantém à frente do candidato Aécio Neves (PSDB). A petista tem 52% das intenções de votos contra 48% dos votos válidos do tucano. Visando a margem de erro de 2,2 pontos, os candidatos estão tecnicamente empatados. Eleitores que disseram optar por voto nulo ou branco somaram 5%, assim como também os candidatos indecisos. Vox Populi ouviu 2.000 eleitores em 147 municípios. O levantamento tem nível de confiança de 95% e foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01136/2014.
Fonte Politica Livre

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Ódio ao PT está matando a candidatura de Aécio Neves

Imerso em uma piscina de bílis e ódio, o  candidato tucano Aécio Neves chamou a sua adversária Dilma Rousseff, no debate do SBT, de “mentirosa” e “leviana”Foi agressivo e desrespeitoso como não se tinha visto até ali.
Ele não precisava disso. O ex-governador de Minas já fora repreendido abertamente por Luciana Genro (PSOL) quando lhe levantou o dedo, durante um debate.
"Por que Aécio nunca fez isso contra adversários homens?", perguntou o PT.
Aécio tem contra si uma denúncia séria de agressão contra mulher, reportada pelo jornalista Juca Kfouri em 2009. Ele “deu um empurrão e um tapa em sua acompanhante no domingo passado, numa festa da Calvin Klein, no Hotel Fasano, no Rio”, escreveu Kfouri na época.
O candidato até ameaçou processar por injúria, calúnia e difamação. Mas o jornalista sustentou a informação e Aécio deixou por isso mesmo.
Por que será?
Logo, um notório espancador de mulheres, o ator Dado Dolabella, animou-se a externar seu apoio a Aécio. Chato! Dolabella, de parcos dotes artísticos, é mais famoso por ter distribuído bofetadas públicas em Luana Piovani e em uma camareira, agressões pelas quais foi condenado, enquadrado na Lei Maria da Penha. 

Os marqueteiros de Aécio já deviam saber que o ódio é um aliado mortal em eleições democráticas. Assusta. É sórdido. Na história, só ganhou eleições em países à beira do precipício da ruptura institucional.
Todos se lembram da abertura da Copa do Mundo, estádio novinho em folha, quando o Brasil deu ao planeta a prova cabal da qualidade da elite que tem. Do setor ultra-vip do estádio, especificamente do camarote do Itaú (e eu nem insinuo que seja mais do que uma infeliz coincidência que se tenha tratado do mesmo banco da dona Neca Setúbal, a coordenadora do programa de governo de Marina Silva), elevou-se o grito “Ei, Dilma! Vai tomar no cu!”
Foram milhares de vozes cujos donos ou tinham sido convidados por megacorporações para estar lá, ou eram felizes pagantes dos cobiçados ingressos Fifa (na porta, cambistas ofereciam os últimos tickets por até R$ 2.000).
A violência e vulgaridade do insulto, transmitido para bilhões de aficionados do futebol espalhados pelas centenas de países que receberam o sinal direto da Arena Corinthians, em Itaquera, zona leste de São Paulo, durou poucos minutos —mas infinitos minutos para Dilma, que, estóica, suportou com o semblante fechado a humilhação diante do mundo.
O resultado? Ela saiu transformada do episódio. Voltou a ser a vítima com aura heroica. Os seus agressores, ao contrário, depois do grito, vestiram-se com a máscara repulsiva e covarde dos linchadores.
Linchadores de uma mulher, é bom salientar. Isso nunca pega bem.
José Serra, em 2010, todos se lembram, além de forjar uma agressão por bolinha de papel, pôs-se a denunciar o suposto abortismo de Dilma. Logo ele, cuja própria mulher havia se submetido a uma interrupção voluntária da gestação. Tanta encenação, percebeu-se logo, foi só para agradar ao raivoso e descontrolado pastor Silas Malafaia. De novo, assustou.
Aécio vai na mesma toada.
Soltar cachorros hidrófobos gera vítimas e a sensação de que todos estão ameaçados. Ninguém —a não ser os loucos— quer isso para o país. Eis porque causam repugnância as manifestações de intolerância explicita como as que atingiram o ator e escritor Gregório Duvivier, quando foi atacado aos berros em um restaurante de comida natural só porque cometeu o “erro” de escrever em sua coluna de jornal que votará em Dilma.
É atirar no próprio pé o PSDB se associar ao ideário do Clube Militar, a pretexto de derrubar o PT. Até a grife de óculos escuros Rayban sofreu durante anos o impacto negativo nas vendas, por associação como essa… Porque os Rayban eram os preferidos dos torturadores. A turma do porão da Ditadura aparecia pouco, mas quando o fazia, vinha sempre escondida detrás daquelas lentes que em outros países representam o glamour da aventura. A minha geração baniu o Rayban escuro.
A impressão que dá é que o PSDB, por falta de algo melhor para dizer (além de que manterá a bolsa-família), precisa insuflar o ódio para criar factóides de imprensa. É a única coisa que explica que Fernando Henrique Cardoso afie os dentes dos advogados da supremacia do Sul e Sudeste, ao atribuir à desinformação do povo nordestino a votação acachapante no PT, durante o primeiro turno das eleições presidenciais.
“O PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados”, disse FHC, desdenhoso. O resultado foi uma horda de doidos ter-se considerado autorizada pelo mestre a externar os mais odiosos preconceitos. A rede social está coalhada de manifestações dos baixos apetites incitados.
Como resultado óbvio de tal convergência insultuosa Aécio viu crescer e se multiplicar a sua taxa de rejeição. Afastou novos eleitores e conseguiu assim estancar o crescimento eleitoral que poderia levá-lo a vencer o PT. Agora, de novo, é Dilma quem detém a iniciativa.
A semana promete!
br.yahoo.com

Datafolha: Dilma tem 52% e Aécio, 48%

Datafolha: Dilma ultrapassa Aécio, mas empate técnico persisteCom 52% das intenções de voto Dilma Rousseff (PT), está empatada tecnicamente com Aécio Neves (PSDB), que obteve 48% da preferência do eleitorado, na pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20).  É a primeira vez que ela se encontra à frente do rival, segundo o instituto. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Indecisos somam 6%; brancos e nulos, 5%. Considerando os votos válidos, a petista tem 46% e o tucano, 43%. O Datafolha ouviu 4.389 eleitores em 257 municípios. Todas as entrevistas foram feitas nesta segunda. O nível de confiança do levantamento é 95% (em 100 pesquisas com a mesma metodologias, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões). O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR 01140/2014.

















Fonte: Bahia Notícias
Imagem: G1.com